Colagem-Ponto-3-Firmamento-d.jpg
Clandestinos - Proposta de Centro de Acolhimento e Abrigo para imigrantes e refugiados em São Paulo
Milagros Britany Apaza Estrada

Milagros Britany Apaza Estrada

Orientação:

Adriano Tomitão Canas

2019/1

tcc

"Paradoxalmente, quanto mais conectado o mundo todo pela comunicação planetária, mais fragmentado está, mais desterritorializado midiaticamente. Aí, é preciso rever o conceito de fronteira: entre países, nações, continentes. É um “nada limítrofe”, dando a entender que a polis do século XXI será sem fronteiras, pela existência das comunidades supranacionais. Mas, internamente, em cada cidade, novas territorializações e fronteiras internas – a das alteridades –, fronteiras entre seus próprios bairros, entre zonas ricas e pobres, culturas diferentes, “guetos” que destroem a ideia comunal de cidade."
(VÉRAS, 1998)
O presente trabalho tem como objetivo propor um Centro de Acolhimento e um Abrigo para imigrantes e refugiados em São Paulo. Baseia-se nas atuais dinâmicas mundiais e continentais de refúgio e imigração, nos seus desdobramentos, diásporas, causas e consequências. Mas principalmente, fundamenta-se nas condições dos imigrantes que vêm ao Brasil, mais especificamente, na condição de milhares de imigrantes e refugiados que residem e trabalham na região comercial do Brás, em São Paulo, cidade com o maior contingente migratório do país.
Na área estudada previamente, identifica-se uma grande concentração de imigrantes, muitos em condição ilegal, que trabalham, moram e existem em condições clandestinas e invisíveis perante a sociedade e o Estado Brasileiro, gerando assim um isolamento territorial e imaginário.
Dessa forma, o projeto propõe equipamentos que atendam às necessidades especificas desses grupos, espaços que abriguem, apoiem e auxiliem novos e antigos imigrantes, garantindo-lhes seus direitos e oferecendo espaços vitais para melhorar sua qualidade de vida. São dois blocos de programas específicos, mas complementares entre si: um bloco de Abrigo Temporário para refugiados e um outro bloco de Acolhimento, de atendimento, serviços, apoio, auxílio e suporte para imigrantes. A implantação dos blocos no projeto foi desenhada pretendendo-se criar uma grande praça central, que funcione com uma área de convívio, lazer e cultura para os imigrantes. Por si, a praça aberta demonstra o fator da permeabilidade e do acolhimento, sendo um espaço público de qualidade destinado essencialmente para os imigrantes e refugiados.
O conjunto pretende dessa forma afirmar os valores culturais e políticos dos imigrantes, sendo espacialmente abrigo e acolhimento perante o meio urbano, e numa escala menor, sendo um espaço de identidade e reencontro identitário espacial do ser-imigrante.

Add a Title
Add a Title
Add a Title
Add a Title
Add a Title
Add a Title

Milagros Britany Apaza Estrada

logo_faued_sem_fundo.png
logo-ufu.png