Colagem-Ponto-3-Firmamento-d.jpg
Minha Casa Sem Dengue
Fernando Garrefa e Simone Barbosa Villa

Fernando Garrefa e Simone Barbosa Villa

Orientação:

2021/1

pesquisa

Equipe: Fionn Stevenson (SsoA/TuoS), Fernando Garrefa (FAUeD/UFU), Simone Villa (FAUeD/UFU), Paulo Cezar Mendes (IG/UFU), Samuel do Carmo Lima (IG/UFU), Karen Bortoli (PPGEO/UFU), Paula Vasconcellos (FAUeD/UFU), Nathalia Lya Carvalho (FAUeD/UFU), Rafaella Miranda (FAUeD/UFU), Lucas Borges (FAUeD/UFU), Gabriela Barbosa (FAUeD/UFU), Nayara Miranda (FAUeD/UFU)



A maioria dos criadouros de dengue ocorre em quintais de residências, afetando especialmente as pessoas mais vulneráveis, como aquelas residentes de habitações sociais entregues pelo programa governamental Minha Casa, Minha Vida (PMCMV). Em Uberlândia (MG), os casos de dengue em moradias sociais representaram 78% das 38.000 pessoas infectadas na cidade em 2019, de acordo com dados cedidos pela Prefeitura. O levantamento rápido de infestação por Aedes aegypti realizado na cidade em 2019 mostrou que 84% dos criadouros positivos para o vetor estavam em residências, entre ralos, calhas, vasos e outros elementos que acumulam água tornando-se convidativos à reprodução do mosquito. Quintais com essas condições são de difícil acesso aos agentes de saúde, evidenciando a necessidade de desenvolver a consciência coletiva para garantir a efetividade de ações de combate ao vetor.
Posto isso, o grupo [MORA], da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo e Design da Universidade Federal de Uberlândia e a Faculdade de Arquitetura da Universidade de Sheffield atuaram nessa realidade, entre 2020 e 2021, com o projeto “Co-produzindo comunidades saudáveis: retrofit de quintais para prevenir epidemias de arbovírus em empreendimentos de habitação de interesse social brasileiro", apelidado como "Minha Casa Sem Dengue". A pesquisa partiu do pressuposto de que soluções efetivas exigem intervenção contínua, principalmente junto aos públicos vulneráveis residentes de habitações sociais.
Uma sólida metodologia foi desenvolvida para abordagem comunitária e retrofit dos quintais no estudo de caso selecionado (Conjunto Habitacional de Interesse Social Shopping Park – Uberlândia/MG, entregue em 2010 pelo PMCMV), buscando atender aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável 3, 11 e 15 da ONU. Trata-se de um “kit de ferramentas” reunindo 8 métodos que subsidiaram a compreensão do contexto socioeconômico e ambiental, o reconhecimento das práticas de gestão domiciliar, oportunizando ainda a reflexão e intervenção sobre o ambiente construído durante oficinas de coprodução. Uma vez que o engajamento de moradores era crucial para o sucesso do projeto, a coprodução foi implantada como método de pesquisa e abordagem fundamental, oportunizando trocas e reflexões rumo a elaboração de estratégias para lidar com a dengue.
O projeto, em versão piloto, contou com a participação de 7 famílias, que forneceram indicadores positivos suficientes de que os métodos desenvolvidos foram bem-sucedidos e poderiam ter ainda mais potencial se aplicados em escala maior. Os resultados indicam que após as sessões de coprodução presencial, 7 famílias aprimoraram seus conhecimentos sobre os sintomas da dengue, formas de transmissão e reprodução, prevenção e tratamento. 4 de 7 famílias fizeram mudanças em seus quintais para prevenir a dengue (enquanto 3 não fizeram nenhuma mudança), e 7 famílias acharam as informações fornecidas na oficina úteis e afirmaram que as estavam aplicando em suas vidas diárias.
Afinal, como resultado da performance dos métodos desenvolvidos, dois produtos principais foram desenhados: 1. Cartilha orientativa; e 2. Web App – mini game. Seu objetivo principal é influenciar o contexto mais amplo, permitindo replicação da experiência e ampliação do conhecimento sobre a relação entre a dengue e o manejo do ambiente construído em habitação social.
Veja mais em: https://morahabitacao.com/ / https://www.casaresiliente.com/minha-casa-sem-dengue

Add a Title
Add a Title
Add a Title
Add a Title
Add a Title
Add a Title

Fernando Garrefa e Simone Barbosa Villa

logo_faued_sem_fundo.png
logo-ufu.png