Colagem-Ponto-3-Firmamento-d.jpg
Parque Linear Do Córrego Mumbuca
Camila Cristina Marçal Cardoso De Sousa

Camila Cristina Marçal Cardoso De Sousa

Orientação:

Glauco De Paula Cocozza

2017/1

tcc

Realizado ao longo dos anos de 2016 e 2017, este Trabalho Final de Graduação, de caráter urbano, paisagístico e arquitetônico, tem como objeto de estudo o Córrego Mumbuca na cidade de Monte Carmelo, Minas Gerais. As margens desse curso d’água deram abrigo para as primeiras famílias que se instalaram na região em 1840, sendo um importante patrimônio natural da cidade que hoje, porém, se encontra esquecido e desvalorizado no espaço urbano.
A escolha pelo tema partiu de uma inquietação pessoal da autora, enquanto cidadã e moradora local, visto a necessidade de requalificação da paisagem do Córrego Mumbuca.
O percurso do Mumbuca e sua paisagem faz parte do cotidiano de grande parte da população, visto que se apresenta como marco e limite de bairros já consolidados e importantes da Cidade, além de receber o fluxo de muitos estudantes e diversas outras pessoas que transitam em direção ao trabalho, ou utilizam-se do trecho canalizado para caminhada. Sua paisagem é marcada por diversos cenários ao longo de seu percurso, caracterizados pela carência de arborização e preservação da mata ciliar, poluição, dificuldades nos deslocamentos a pé e por bicicleta em alguns trechos devido à falta de acessibilidade, continuidade, calçadas insuficientes atreladas à complexidade do sistema viário.
Os estudos e o projeto desenvolvidos inserem um novo olhar sobre o potencial paisagístico bem como a importância do Córrego para a cidade. Partindo da consideração da sua condição enquanto espaço público, livre, de configuração extensa e linear, procurou-se, através desta requalificação, proporcionar um novo equipamento urbano, paisagístico e ambiental para Monte Carmelo. Envolvendo dois protagonistas na transformação deste espaço: o cidadão carmelitano, que carece tanto de espaços públicos com qualidade quanto de conscientização ambiental, e o córrego, que necessita ser entendido e respeitado como componente da estrutura urbana.
Dessa forma, o Parque Linear do Córrego Mumbuca propõe a abertura do córrego em toda sua extensão, integrando o curso d’água e sua mata ciliar à paisagem do trecho requalificado, retomando assim o seu significado. A integração e conexão com a malha viária, priorizando o deslocamento e escala do pedestre e ciclista, foi estabelecida através de ruas compartilhadas.
Acredita-se que o diálogo entre córrego e cidade proporciona uma diminuição dos impactos ambientais e dos problemas urbanos, bem como a maior interação do cidadão com a paisagem natural.

Add a Title
Add a Title
Add a Title
Add a Title
Add a Title
Add a Title

Camila Cristina Marçal Cardoso De Sousa

logo_faued_sem_fundo.png
logo-ufu.png